A Tradução vivida – Paulo Rónai_(in memoriam)


O ensino da tradução só pode partir de exemplos concretos e deve ter em vista, sobretudo, flexibilizar a mente do tradutor e mantê-la em estado de alerta para que saiba lembrar precedentes ou, se for o caso, inventar novas soluções.

a

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *